Carreira em Engenharia Agronômica é uma das mais promissoras do mercado brasileiro

Emerson F. Tormann 22 de out de 2017
KLEBER SANTOS 29 - Eleições CREA-DF
Engenheiro agronômico tem trabalho tanto no setor público como no setor privado (Foto: Divulgação)

Atividades do profissional variam desde assessoria técnica prestada aos agricultores no campo até o gerenciamento de sistemas agroindustriais e comerciais.


Regulamentada no Brasil durante o governo de Getúlio Vargas, em 1933, a profissão de engenheiro agronômico é uma das mais promissoras do mercado, com possibilidade de atuação em segmentos que vão desde pesquisa até o envolvimento com agricultores no campo. "O profissional tecnicamente preparado para atuar de forma crítica e criativa nos diversos segmentos do agronegócio nacional e internacional certamente tem espaço no mercado de trabalho", diz o Engenheiro Agrônomo e Mestre em Gestão Econômica do Meio Ambiente Kleber Santos.

Segundo ele, o engenheiro agronômico tem trabalho tanto no setor público, com oportunidades em prefeituras, secretarias e órgãos públicos, por exemplo, como no setor privado, em fazendas, agroindústrias, agronegócio, setor de serviços, prestando consultorias técnicas voltadas ao planejamento, ou ainda em laboratórios de análises e pesquisas. "Até a Bolsa de Valores tem espaço para o engenheiro agronômico atuar de forma efetiva, checando a cotação e as variações do mercado financeiro relativo aos produtos agrícolas", completa.


Para desenvolver profissionais altamente capacitados, capazes de gerenciar racionalmente sistemas e recursos produtivos e aplicar tecnologias voltadas ao aprimoramento da agricultura e da pecuária, as universidades e escolas técnicas oferecem cursos, que se destacam pela sólida formação nas bases da engenharia, disciplinas profissionalizantes específicas com carga horária prática elevada, infraestrutura de laboratórios, estações de pesquisa, viveiros e campos experimentais. Algumas ainda mantêm parcerias regionais, nacionais e internacionais que garantem aos alunos oportunidades de vivência e de aprendizado prático, com cursos e estágios em outros países, e etá dupla titulação por meio de uma parceria inédita firmada com universidades estrangeiras.

Fonte: TV TEM
Kleber Souza dos Santos

Engenheiro Agrônomo (UFSC, 1992). Mestre em Gestão Econômica do Meio Ambiente (UnB, 2001). Especialista em Gestão do Agronegócio (UnB, 2009). Especialista em Botânica (UFLA, 2006). Especialista em Administração Rural (UFV, 1995). Candidato à Presidência do CREA-DF, eleições 2017.

Comentar “Carreira em Engenharia Agronômica é uma das mais promissoras do mercado brasileiro”

Este espaço é democrático no qual você pode opinar. No entanto, comentários ofensivos, desrespeitosos ou com vocabulário inadequado não serão aceitos. Se preferir, envie sua mensagem para kleber@valoriza.eng.br. Obrigado.