Brasil vai apressar entrada de engenheiros estrangeiros

Emerson F. Tormann 16 de out de 2017
KLEBER SANTOS 29 - Eleições CREA-DF
Apesar das mais de 5 mil obras paradas e dos 50 mil engenheiros desempregados, o Brasil vai facilitar a entrada de formados em engenharia no exterior; órgãos competentes terão de emitir o registro para profissionais estrangeiros atuarem no Brasil em, no máximo, três meses; hoje, para trabalharem no país, eles precisam ter registro emitido pelo Crea, o Conselho Regional de Engenharia; essa foi a principal reclamação de grupos franceses, canadenses e americanos que procuraram o governo com interesse em entrar no país

O governo deve enviar ao Congresso um projeto de lei para destravar o mercado de construção civil — imobiliário e de infraestrutura — para estrangeiros. A proposta será enviada nas próximas semanas para Michel Temer antes de seguir para o Congresso e vai modificar a regulação do setor.

Órgãos competentes terão de emitir o registro para profissionais estrangeiros atuarem no Brasil em, no máximo, três meses. Hoje, para trabalharem no país, eles precisam ter registro emitido pelo Crea, o Conselho Regional de Engenharia.

Esse processo costuma levar um ano, mas pode durar até mais, a ponto de inviabilizar a atividade no país.

A nova legislação determinará a emissão automática do registro caso o prazo não seja cumprido quando as empreiteiras vencerem licitações públicas, por exemplo.

Essa foi a principal reclamação de grupos franceses, canadenses e americanos que procuraram o governo com interesse em entrar no país.

Pessoas que participaram da elaboração do projeto afirmam que a medida foi negociada com o Confea, conselho federal com representantes de engenheiros e agrônomos de todo o país. Mesmo assim, preveem resistências.

As informações são de reportagem de Julio Wiziack na Folha de S.Paulo

Fonte: Brasil 247
Kleber Souza dos Santos

Engenheiro Agrônomo (UFSC, 1992). Mestre em Gestão Econômica do Meio Ambiente (UnB, 2001). Especialista em Gestão do Agronegócio (UnB, 2009). Especialista em Botânica (UFLA, 2006). Especialista em Administração Rural (UFV, 1995). Candidato à Presidência do CREA-DF, eleições 2017.

Comentar “Brasil vai apressar entrada de engenheiros estrangeiros”

Este espaço é democrático no qual você pode opinar. No entanto, comentários ofensivos, desrespeitosos ou com vocabulário inadequado não serão aceitos. Se preferir, envie sua mensagem para kleber@valoriza.eng.br. Obrigado.